Logótipo e cabeçalho para a AEG

Para a Associaçom de Estudos Galegos, o Departamento de Desenho da Sacauntos pensou num logo que tentara incorporar nova simbologia a um campo tam aberto como o que a associaçom quer abarcar. Fazendo um simulacro de arqueologia estética começamos a ligar os trabalhos de Chamoso Lamas com algumhas das litografias de Jaime Quessada. Nas mesmas o comunista ourensam acrescentou em diferentes ilustraçons um símbolo que Chamoso Lamas identifica com o alto medievo suevo. Trata-se dumha linha bifurcada (em ocasions trifurcada) nos seus vértices e aparece insistentemente nas laudas da época referida. Quessada incorpora este símbolo de maneira destacada nas ilustraçons que tratam a época sueva e incluso no retrato de Benigno Andrade que protagoniza a capa da revista Kallaikia.

O resultado é umha iconizaçom deste “esquema” que pode lembrar, se se quer, à runa que nos fala da árvore de Odim da mitologia Germânica.

Umha vez decidido o símbolo e a cor do mesmo, a ideia diagonaliza-se para inferenciar a bandeira nacional. Assim chegamos às características finais do símbolo.

Para a parte tipográfica optamos por umha tipografia que se achega ao prescindível para nom restar protagonismo ao símbolo.

No caso da revista Kallaikia nom podemos assumir mais que o mérito do cabeçalho, tendo em conta que o resto é obra de Fernando Martins.

Trata-se exclusivamente de um trabalho tipográfico incorporando a cor do símbolo. Para esta fonte contamos com a inspiraçom da capa do livro da editorial Nike (fundada em 1927 por Joam Jesus Gonçalves e Arturo Cuadrado) Viaje y fin de don Frontan de Rafael Dieste. Na mesma o pai da estética galega, Carlos Maside, desenhou umha tipografia que foi adaptada para a nossa Kallaikia.

DSC_0004



Preçadas amigas e amigos.

Desde a Sacauntos queremos comunicar-vos que estamos a tomar todas as medidas e acçons na nossa mao para cumprir com as recomendaçons e normas da OMS e as diferentes administraçons públicas.
Seguiremos com a nossa actividade sempre que a nossa segurança e a da nossa clientela nom se veja em risco, polo que queremos transmitir-vos uma mensagem de calma, tranquilidade e confiança.
Para ajudarmos a evitar a propagaçom da COVID-19, reunida a nossa assembleia a passada sexta-feira, decidimos tomar as seguintes medidas que afetam à nossa relaçom comercial convosco:

→ Enviar todos os trabalhos exclusivamente mediante serviço de transporte, evitando assim o contacto direto. Para facilitar isto, durante o tempo que dure a emergência, os envios por transportadora serám de balde.

→ Com esta mesma ideia de evitar o contacto físico, a nossa comunicaçom convosco realizará-se exclusivamente por telefone ou por correio eletrónico. As portas do nosso centro de trabalho ficarám fechadas para o público.

→ Os pagamentos serám exclusivamente mediante transferência bancária.

Ademais destas medidas, queremos comunicar-vos que pode que alguns trabalhos sofram atrasos ou aprazamentos. Tentaremos na medida do possível cumprir com as entregas regulares, mas som muitos os factores que influem na produçom (dependência de provedores de matéria prima, conciliaçom familiar das trabalhadoras etc.), polo que cabe a possibilidade de que alguns trabalhos devam ser adiados. Sempre que isto ocorra comunicaremos-nos convosco decontado para minimizar as consequências negativas que disto se possam derivar.

Muito obrigadas pola vossa compreensom.