Bandeiras da Galiza

bandeiras comparadas

As capas comparadas — à esquerda, a ediçom original; à direita, o nosso ré-desenho.

Bandeiras da Galiza, de José Manuel Barbosa e publicado por Através Editora, é uma viagem ilustrada polos nossos símbolos nacionais.

A primeira ediçom foi publicada em 2006, com desenho de capa e das imagens interiores feito na própria AGAL. A 2011 era necessária uma revissom tanto do conteúdo –o autor fixo várias correçons no discurso, na docuementaçom e na história das bandeiras– e também gráfica –fazia-se necessário homogeneizar elementos estéticos na reconstruçom de bandeiras históricas, e proporcionar um estilo comum para as imagens do livro que possibilitasse o seu estudo comparado.

Assim, tivemos a oportunidade de ré-fazer para Através o processo completo do desenho editorial: desde a recriaçom das bandeiras tomando como fonte imagens proporcionadas polo autor, até a diagramaçom, impressom final da obra e produçom dos cartazes e aparelho publicitário para a apresentaçom.

Foi um trabalho criativo, com considerável feedback e interaçom com os autores, equilibrando a necessária renovaçom de imagem com o respeito polo conceito original do trabalho.

Para além do livro em si próprio, desenhamos também o material publicitário do mesmo e a cartelaria para a promoçom e presentaçom do livro.

 



Preçadas amigas e amigos.

Desde a Sacauntos queremos comunicar-vos que estamos a tomar todas as medidas e acçons na nossa mao para cumprir com as recomendaçons e normas da OMS e as diferentes administraçons públicas.
Seguiremos com a nossa actividade sempre que a nossa segurança e a da nossa clientela nom se veja em risco, polo que queremos transmitir-vos uma mensagem de calma, tranquilidade e confiança.
Para ajudarmos a evitar a propagaçom da COVID-19, reunida a nossa assembleia a passada sexta-feira, decidimos tomar as seguintes medidas que afetam à nossa relaçom comercial convosco:

→ Enviar todos os trabalhos exclusivamente mediante serviço de transporte, evitando assim o contacto direto. Para facilitar isto, durante o tempo que dure a emergência, os envios por transportadora serám de balde.

→ Com esta mesma ideia de evitar o contacto físico, a nossa comunicaçom convosco realizará-se exclusivamente por telefone ou por correio eletrónico. As portas do nosso centro de trabalho ficarám fechadas para o público.

→ Os pagamentos serám exclusivamente mediante transferência bancária.

Ademais destas medidas, queremos comunicar-vos que pode que alguns trabalhos sofram atrasos ou aprazamentos. Tentaremos na medida do possível cumprir com as entregas regulares, mas som muitos os factores que influem na produçom (dependência de provedores de matéria prima, conciliaçom familiar das trabalhadoras etc.), polo que cabe a possibilidade de que alguns trabalhos devam ser adiados. Sempre que isto ocorra comunicaremos-nos convosco decontado para minimizar as consequências negativas que disto se possam derivar.

Muito obrigadas pola vossa compreensom.